F

Acabou de sair

 https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com/2018/08/resenha-vidas-na-noite-de-aione-simoes.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com/2018/07/filme-livraria-bookshop.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com/2018/07/resenha-volte-para-mim-de-paola.html

O que você procura?

13 abril 2018

O que li em março (2018)


Clique no título do livro para ler a resenha.






Judy | Sou suspeita para falar quando o assunto é livros com cachorros, imagine se somado a isso estiver uma história verídica da Segunda Guerra Mundial! Essa cadela linda da capa, Judy, uma pointer inglesa, foi o único animal POW (Prisioneira de guerra) desse período. O livro trata de contar a trajetória de Judy desde seu nascimento até sua morte. Com uma narrativa em terceira pessoa e cheia de detalhes preciosos, vamos aos poucos nos encantando por essa protagonista canina. Essa relação homem-animal é bastante presente no livro, o que o torna mais especial. Uma história verídica que com certeza comove. Não tenho dúvida de que os amantes de cães irão adorar essa leitura. Não desista se o começo for cansativo, pois o livro vale muito a pena.





Fúria domadaFúria domada é o segundo livro da série Guerreiras, escrita por Megan Maxwell. Dessa vez acompanhamos a história de Gillian e Niall, que são apaixonados desde a infância. Nesse segundo livro, Maxwell segue com a mesma narrativa fluída, envolvente e rica em diálogos. Tenho sentimentos bem contraditórios com todos os livros que leio da autora. Como no primeiro volume, as brigas infantis dos protagonistas e os inúmeros insultos acabam irritando na maior parte das vezes, em outras são imensamente divertidas. Tem algo de especial no seu modo de escrever e criar seus personagens, porque ao mesmo tempo em que eles me irritam e me tiram do sério, eles também me encantam e me fazem suspirar. E uma coisa é certa: não consigo parar de ler os livros da Megan Maxwell e mal posso esperar pela continuação. 





O que o sol faz com as floresO que o sol faz com as flores é o segundo livro da poetisa indiana Rupi Kaur, aclamada por seu primeiro livro - outros jeitos de usar a boca - que já se espalhou pelo mundo conquistando admiradores (outros nem tanto). O que mais gostei e me tocou no livro foi ver como Kaur transformou as palavras em questões sociais importantes como abuso e preconceito. Os poemas também trazem muito sobre relacionamentos amorosos, autoestima, sobre o valor que tem nossas raízes, mas os primeiros sobre as decepções e abusos mexeram demais comigo. Enquanto todas as partes do livro mexem com suas emoções pessoais e te levam à reflexão, a última intitulada "florescer", traz um conforto em todas nós e nos encoraja. Essa leitura é uma experiência incrível e liberta muito ainda preso dentro de nós. Por favor, leiam!






Ligeiramente pecaminosos | Ligeiramente pecaminosos é o quinto livro da série Os Bedwyns, de Mary Balogh. Estou maravilhada mais uma vez com a escrita fluída, divertida e sensual de Balogh. É muito difícil não se envolver com as tramas criadas por ela e com seus personagens carismáticos. Além disso, ela continua desenvolvendo as cenas sensuais sempre com delicadeza - uma característica que amo. Além do envolvimento amoroso entre os protagonistas, outra coisa encantadora nas histórias de Balogh, é o amadurecimento de seus personagens ao longo do livro. Enfim, essa série é maravilhosa! Os Bedwyns conseguem me seduzir com suas personalidades tão diferentes. Ligeiramente pecaminosos é mais um livro previsível sim, mas cheio de paixão, humor, romance e charme. Não perca tempo e leia essa série!






Nenhum comentário:

Postar um comentário