F

Acabou de sair

 https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com/2018/06/resenha-ainda-sou-eu-de-jojo-moyes.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/04/resenha-ligeiramente-perigosos-mary.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/04/o-que-li-em-marco-2018.html

O que você procura?

22 fevereiro 2018

Filme A forma da água


Título: A forma da água | Título original: The Shape of water | Distribuidor: Fox Film do Brasil | Estreia: Fevereiro/2018 | Gênero: Fantasia/Drama/Romance | Direção: Guillermo del Toro | Duração: 2h03m | Avaliação: 4/5


A história em A forma da água se passa durante a década de 1960, quando a Guerra Fria ainda ardia. Um agente do governo descobre na América do Sul uma criatura humanoide anfíbia e a captura. Eles acreditam que podem usar a criatura para combater os comunistas russos, e assim pretendem usá-la como cobaia. Eliza (Sally Hawkins) é uma faxineira muda que trabalha na instalação militar, junto com a amiga Zelda (Octavia Spencer). Sobre o clima de tensão que paira no local, Eliza irá ficar frente a frente com essa forma estranha que vive na água, se apaixona e o sentimento será totalmente recíproco.


Temos outros personagens importantíssimos para a trama, entre eles - Strickland, o agente policial vivido por Michael Shannon.  A tensão que ele passa, as inúmeras cobranças e suas inconstâncias de humor tornam as suas cenas mais duras e reflexivas. Assim a trama gira em torno do sentimento que cresce entre a criatura e a faxineira muda e o comportamento de Strickland. Quem seria o verdadeiro monstro? Esse pensamento fica bastante evidente ao longo do filme. 


Pelo que pesquisei, o diretor Guillermo del Toro é um apaixonado por histórias que envolvem essas criaturas. Ele recriou uma fábula que procurou justamente passar esse romance entre duas espécies. Um romance fora do comum que nos mostra como é possível amar o diferente. As cenas em que os dois começam a se comunicar nos envolve completamente. E é bonito demais ver o quanto Eliza é expressiva, apesar de ser muda. E o quanto ela tem uma vida feliz apesar disso (escrever isso me fez lembrar de sua primeira cena no banheiro logo no início do filme - cena essa que deu o que falar nos EUA, sem motivo pra tanto).

É por essas e outras que posso afirmar: o filme é romântico sim, mas foge do convencional. Apesar de muitas cenas belas e calmas, veremos muito sangue e nudez também. Dedos literalmente podres é só um dos exemplos (para não falar demais). Essa mistura do "belo" e do "feio" com as cenas mais pesadas e sanguentas, tornou o longa ousado e extremamente poético. E o desfecho é também assim, lindo e poético. Amei!

"- Ele nem é humano!
- Se nós não fizermos nada, também não seremos."


Trailer





Livro


Onde comprar: Amazon








A forma da água é uma história de Guillermo del Toro, com colaboração de Daniel Kraus, que deu origem ao filme vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza, recordista de indicações ao Globo de Ouro e um dos mais cotados na corrida do Oscar 2018.
Imagens: Copyright 2017 Twentieth Century Fox

5 comentários:

  1. Oi Letícia! Gosto muito dos filmes do Guilherme Del Toro, meu preferido é Labirinto do Fauno. Aposto esse seria um ótimo concorrente para ele.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Vou assisti-lo hoje, daí te conto o que achei. Ele vai concorrer ao oscar, né?
    Adorei seu post.

    ResponderExcluir
  3. Velho, q resenha belíssima! Bem a altura do filme do Del Toro.Concordo perfeitamente com vc: a magia do livro é a tensão entre o podre (como o dedo!) e o belo (como a belíssima cena de amor no banheiro). Vale a pena cada minuto! E q bom q vc falou q é uma fábula! PArece q quase ninguém entendeu isso. Muito bom.

    ResponderExcluir
  4. É algo muito diferente ao que estávamos acostumados a ver. Michael Shannon fez um ótimo trabalho no filme. Eu vi que seu próximo projeto, Fahrenheit 451 será lançado em breve. Acho que será ótimo! Adoro ler livros, cada um é diferente na narrativa e nos personagens, é bom que cada vez mais diretores e atores se aventurem a realizar filmes baseados em livros. Acho que Fahrenheit 451 sera excelente! Se tornou em uma das minhas histórias preferidas desde que li o livro, quando soube que seria adaptado a um filme, fiquei na dúvida se eu a desfrutaria tanto como na versão impressa. Acabo de ver o trailer da adaptação do livro, na verdade parece muito boa, li o livro faz um tempo, mas acho que terei que ler novamente, para não perder nenhum detalhe. Sera um dos melhores filmes em 2018 acho que é uma boa idéia fazer este tipo de adaptações cinematográficas.

    ResponderExcluir