F

03 maio 2017

Resenha | Quando o amor bater à sua porta

Título: Quando o amor bater à sua porta
Autora: Samanta Holtz
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Páginas: 304
Ano: 2016
Skoob

Sinopse: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.


Depois de uma leitura tão intensa e delicada, fica até difícil expressar o que é esse livro! Aqui o leitor conhece Malu Rocha, uma escritora famosa e independente, que tem uma rotina estabelecida e o coração fechado para o amor. Por conta desse último motivo, ela está passando por um bloqueio criativo para escrever o último capítulo de seu novo livro, já que deseja um final diferente para sua protagonista, e ele não é ao lado do mocinho. Luiz Otávio é o homem quem bate à sua porta, dizendo que perdeu a memória em um acidente, e que a única pista que tinha era um papel onde estava anotado uma reunião que teria com ela. Mas o problema é que ela não faz ideia também de quem ele seja. Mesmo desconfiada, ela tenta ajudá-lo e irá se envolver cada vez mais em sua jornada em busca de sua memória. Com isso virá a tona seus segredos e as cicatrizes mais profundas que ela carrega. Enquanto ele quer descobrir quem é e relembrar seu passado, ela tem um que quer esquecer.


" - Malu... As pessoas lutam, erram, se decepcionam. Perdem a memória! - Apontou para o próprio peito. - Mas, quando se sentam para ver um filme ou abrem um livro para ler, não querem mais daquele sentimento negativo. Querem sonhar, acreditar que a felicidade é possível, mesmo que através de uma história inventada por outra pessoa. Elas passam a acreditar naquilo e, por um instante, tomam o sentimento emprestado, como se fosse delas. É por isso que elas gostam tanto dos finais felizes." (p. 113)


Esse é meu primeiro contato com um livro da Samanta Holtz e comecei muito bem. Gente, o que é a escrita dessa mulher? Estou completamente apaixonada! Samanta consegue ser detalhista nas coisas essencialmente importantes e ao mesmo tempo simples ao descrever o rumo de seus personagens. A narrativa é envolvente e maravilhosa. A protagonista tem tantos medos e lembranças doloridas que é fácil nos conectarmos à ela. Luiz Otávio é um gentleman! O peso que ele terá na vida de Malu é enorme. E lindooo! 

O que torna o livro tão especial, além da belíssima narrativa, é toda essa busca interior da protagonista para se recuperar de um passado doloroso. Tudo que ela vive reflete no livro que está escrevendo. Como ela poderia criar um final feliz para a mocinha com o homem que ela ama, se ela própria estava tão desacreditada no amor? A jornada dela para afastar seus fantasmas e dar uma nova chance ao seu coração é até gratificante de acompanhar. Sentimos vontade de também nos abrirmos para o mundo, para o que a vida tem de mais belo a nos oferecer.

Quando o amor bater à sua porta é um livro belíssimo, que nos leva de encontro à importância do amor e da felicidade que ele nos proporciona, mesmo que tantas vezes ele possa ser doloroso. Com uma imensa delicadeza, Samanta nos toca bem no íntimo com essa história tão intensa e tão cheia de amor! Meu coração ficou completamente preenchido no final! Tive que favoritar! E há quem diga que a literatura nacional não têm bons autores, hein!

Comprar: Saraiva 




15 comentários:

  1. Oiii tudo bem?
    Gente, não vejo a hora de leer o livro da Samanta, com toda certeza eu me apaixonaria e ficaria encantada, já acompanho a autora nas redes sociais e fiquei bastante animda pela sua resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu já li diversas resenhas a respeito desse livro desde o seu lançamento até. O exato momento e todas são recheadas de elogios e o quanto esse enredo é interessante e que a autora escreve bem. Ainda não tive a chance de ler nenhuma de suas obras mas confesso ter curiosidade. Adorei a resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não curto esse livro e a autora. Parece a mesma história que já lemos milheres de vezes.

    To passando longe de livros assim!

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Um dia ainda leio um livro dela. São tantos elogios que fazem para a escrita dela e da leveza e suavidade de seus livros.

    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Eu já li esse livro e amei! Assim como também amei um outro livro da autora. É muito legal acompanhar essa redescoberta da protagonista, às vezes é complicado mesmo saber o que queremos na vida, e a autora inseriu isso com muita naturalidade na história. Adorei vê-lo aqui *---*

    ResponderExcluir
  6. Gente, que loucura... Eu ia achar que era só um doido e chamar a polícia hahahaha. Às vezes os livros dão uma viajada...
    A história não me cativou muito, acho que não seria uma boa leitura para mim no momento :/

    ResponderExcluir
  7. Olá! Amo a escrita da Samanta, o livro que li foi Quero Ser beth levitt. Ainda não li esse, mas a premissa me agradou bastante. Imagino o quanto deve ser uma leitura proveitosa mesmo! Lerei em breve! beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Eu li esse livro e amei!! A Samanta é iluminada, tive o prazer de conhecê-la pessoalmente e ela é incrível! Acho que a Malu é bem um alter ego dela...

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ainda não li nada dessa mulher, você acredita? Mas tenho muita vontade, pois sempre vejo muitos elogios para essa autora. Fiquei muito contente por saber que esse foi seu primeiro contato e que valeu à pena.
    Vou me valer da dica e espero ler em breve, pois tenho altas expectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Aaah a Samantha é tão amorzinho e infelizmente eu não tive oportunidade de ler essa obra ainda.
    Gosto de livros que tratam desses problemas de interiorização das personagens.
    Uma autora que amo e faz isso é a Chris Melo.
    Espero ler em breve!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi!!
    Eu sempre leio comentários positivos sobre a escrita da autora e até hoje não li nada dela, pela tua resenha deu para perceber o quanto a leitura foi prazerosa.
    Acredito que esse romance é mesmo muito bom e adoraria ler e conhecer a personagem central, gosto quando o romance tem um pano de fundo dramático e esse parece ser maravilhoso.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Olá! Poxa, melhor coisa é ler um livro nacional, prestigiar nossos queridos autores. Adorei esse livro, estou voltando naquela vibe de ler livros nacionais e esse já vai parar na minha lista com toda certeza!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Sempre ouço falarem bem da Samanta mas ainda não tive oportunidade de ler nada dela. Sua resenha só me deixou mais ansiosa ainda para conhecer a escrita dela, e a história parece ser linda. Já quero para ontem! Ótima resenha.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Também foi meu primeiro contato com a autora e gostei do que li. Foi uma história com um ritmo diferente de outras e que me encantou. Agora quero ler mais livros dela. Que bom que você também ficou feliz! Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Oiee Leticia ^^
    Esse livro é uma coisa preciosa, né? Eu já tinha lido outro da Samanta, então já tinha me preparado emocionalmente para ler este...haha' tudo em vão, porque fui surpreendida do mesmo jeito. A escrita da autora é maravilhosa e apaixonante, a gente nem vê as páginas passando, né?
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!