F

Acabou de sair

 https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/03/resenha-furia-domada-de-megan-maxwell.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/04/resenha-ligeiramente-perigosos-mary.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/04/o-que-li-em-marco-2018.html

O que você procura?

15 outubro 2016

Documentário | Malala


Título: Malala | Estreia: Novembro de 2015 | Gênero: Documentário/Biografia | Direção: Davis Guggenheim | Duração: 1h27m | Nota: 5/5 



Depois de ler a biografia de Malala Yousafzai, intitulada Eu sou Malala, publicada pela Companhia das Letras, assisti a esse documentário maravilhoso sobre a menina paquistanesa que desafiou o grupo extremista Talibã. Como muitos já devem conhecer, Malala foi corajosa e continuou frequentando a escola de seu pai, apesar da proibição do grupo extremista. Foi baleada, sobreviveu milagrosamente, mudou-se de país e passou a ser inspiração no mundo todo.


"Há um momento em que você tem de escolher, entre silenciar e se rebelar."

O filme, dirigido em forma de documentário, é bem simples, direto e nos apresenta a rotina diária de Malala, mesclando relatos de sua história e entrevistas da personagem e sua família. Portanto, traz uma visão real do cotidiano da protagonista e do terror que o Talibã trouxe a seu país.


Mesmo em forma de documentário, alguns momentos podem emocionar. Malala exala tanta bondade e carisma, que a curiosidade em descobrir sua rotina, é totalmente esperada. Ela mostra sua humildade quando diz ter más notas em algumas matérias, implicâncias com o irmão, entre outros fatos cotidianos que fazem de Malala uma jovem normal como todas as outras. Mas sabemos que não é.

Malala tem história, tem coragem, tem bondade. O telespectador fica vidrado quando ela fala. Não precisamos ir longe para buscarmos uma bela inspiração. Basta assistir a um documentário de uma jovem, cujo sonho é ver direitos iguais para homens e mulheres em sua nação. E que acredita fielmente no poder que um lápis e um livro têm.

"Pensaram que a bala nos silenciaria. Ainda sou a mesma Malala."




Biografia - "Eu sou Malala" (resenha)







Imagens: Adoro Cinema

2 comentários: