F

30 outubro 2014

Li até a página 100 - Morte na Flip







Primeira frase da página 100: 
"(...) a era das cavernas havia terminado para ele. Dornelas via-se (...)"

Do que se trata o livro?
Joaquim Dornelas mais uma vez deve seguir sua intuição e faro policial para desvendar mais um complicado crime. Momentos antes do evento literário Flip-Festa Literária Internacional que está sendo organizado em Palmyra, duas pessoas são mortas, e tudo indica que é homicídio.

O que está achando até agora?
Estou gostando muito, e neste momento do livro já estamos acompanhando o raciocínio de Dornelas para desvendar o crime. Já conhecia a narrativa de Paulo, e a leitura está fluindo bem.

Vai continuar lendo?
Sim!

Melhor quote até agora:
"Para a polícia, intuição não é a justificativa para qualquer tipo de ação. Para Dornelas, era uma ferramenta valiosa de trabalho." (p. 13)

Última frase da página:
"(...) nas capas de todos eles."







Siga o blog nas redes sociais:
 Facebook  |  Skoob  |  Twitter  | Youtube | Instagram




2 comentários:

  1. Os livros do Paulo estão entre os melhores nacionais que já li. Vale a leitura, com certeza.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
  2. Oi Letícia, tudo bem?
    Eu também gosto muito da escrita do Paulo, mas só li o outro livro dele, Réquiem para uma assassino. Tenho Morte na Flip mas ainda não li

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!