F

12 fevereiro 2017

Resenha | O livro de memórias

Título: O livro de memórias
Autora: Lara Avery
Editora: Seguinte
Gênero: Sick-Lit/Young Adult
Páginas: 392
Ano: 2016
Skoob 

(Cortesia da editora)

Sinopse: Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.


O livro de memórias, publicado pela Editora Seguinte, conta a história de Sammie, uma garota normal que tinha muitos planos para o futuro, entre eles terminar o ensino médio e estudar em uma universidade em Nova York. Super inteligente, Sammie tinha méritos para isso, porém, uma doença genética muda tudo. Nossa protagonista descobre que tem Niemann-Pick tipo C, uma doença que afeta a memória e causa outros sintomas. Ela então começa a escrever uma espécie de diário, onde registra alguns momentos, como seu primeiro encontro com Stuart, o garoto que sempre foi a fim, ou a saudade que sente do seu melhor amigo Cooper. Esse livro de memórias a ajudará se lembrar de muitas coisas no futuro. Sammie acha que poderá lidar muito bem com sua doença, até descobrir o quão difícil ela pode ser, e o quanto pode tirar de seus sonhos.

Como é de se esperar, Sammie é quem nos narra a história. Ela nos apresenta sua vida no colégio, sua família, amigos e seus mais diversos anseios. A escrita da Lara é leve e descontraída e, embora a história comece um pouco desinteressante, a medida que cresce, nos vicia. Quanto mais conhecia Sammie, menos queria largar o livro. A autora passou muita verdade pelas páginas do livro, não apenas pela narrativa jovial da protagonista, mas pela forma que escreveu: seja com erros gramaticais quando Sammie estava apresentando alguns dos sintomas da doença, ou por fazer com que o leitor se sinta em uma conversa íntima com a protagonista.


Não foi só a protagonista que me conquistou. Stuart é o típico garoto descolado e inteligente. Adorei como ele tratou Sammie, mesmo depois da descoberta da doença e, claro, como eles se relacionaram. Mas Cooper foi quem realmente acabou me conquistando de verdade. Sabe aquele melhor amigo para todas as horas MESMO? Me diverti com os diálogos dos dois e com todo o carinho e respeito dele por ela. E quem poderia imaginar? Esse personagem tem um papel preponderante na história.

O que mais gostei no livro foi a abordagem da doença no rumo da vida de uma adolescente cheia de sonhos para o futuro. A NP-C afetava a memória de Sammie, o que obviamente a limitava nos estudos, mas, além disso, ainda afetava alguns movimentos, a fala, etc.  Acompanhar como Sammie sofreu quando os sintomas mais graves começaram a surgir ruindo seus planos é triste e reflexivo. Porém, é gratificante acompanhar como ela tenta amadurecer com tudo isso e aceitar suas limitações. Ah, e as reviravoltas! Adorei como muita coisa mudou nas páginas finais, me deixando com um sorriso bobo nos lábios.

"As coisas que você faz não precisam obrigatoriamente seguir na direção de um objetivo. Às vezes você pode parar ou fazer uma pausa, pelo menos. Às vezes você pode simplesmente ser". 

Em linhas gerais, O livro de memórias é um livro jovem, mas que agradará qualquer público. Aqui temos drama, relações familiares, insegurança adolescente, romance e diversão. Esse livro consegue ser fofo, triste, divertido e reflexivo ao mesmo tempo. Nos faz pensar no quanto poder recordar de nossos melhores momentos, é tão importante para nós.  Recomendo muito!

E para você, qual sua memória favorita?

Compare e compre: Saraiva | Americanas | Submarino 








11 comentários:

  1. Sou loucaaaa pra ler esse livro. Vejo nas livrarias e fico babando! Quero que seja minha próxima compra literária <3

    xox
    Próxima Primavera
    Participe do sorteio de 1 ano do blog (2 livros + brinde)

    ResponderExcluir
  2. Olá, parece ser um livro bem interessante. No momento, não é o tipo de trama que estou procurando, mas valeu pela indicação. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Acho essa arte da capa lindíssima!!! A história às vezes me parece interessante, às vezes me parece mais do mesmo. Mas ele está na minha lista de possíveis próximas leituras com certeza.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Letícia!
    Adorei a resenha e o enredo do livro. Com certeza leria.
    O livro de memórias me lembra Pra sempre Alice, que conta a história de uma mulher com Alzheimer, que também vai perdendo a memória gradualmente.
    Achei super interessante e agradei bastante do tema.
    Bj

    ResponderExcluir
  5. olá!
    Gostei da foto.
    Achei a sinopse muito interessante. Sua resenha tb está ótima. Mas não é bem o estilo de leitura que eu gosto, apesar de saber que é um bom livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu já l i esse livro e gostei muito da história.
    Bem emocionante, onde fiquei refletindo sobe a história, e o que ela pode me ajudar.
    Vou um livro bem intenso para mim.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Adoro livros que nos mostra situações ruins e delicadas, pois me fazem pensar e repensar tudo sobre a minha vida e o modo como enxergo as coisas. Além disso, adoro livros que fazem chorar, e depois de ler algumas resenhas, esse livro parece ser do tipo. A primeira coisa que me atraiu no livro foi a capa, e ao ler a sinopse acabei me encantado com a história, espero ler o mais breve que eu conseguir.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Gosto de livros que tratam temas "polêmicos" e mostram superações. Pelo que li com certeza, esse é um desses. Eu já conhecia ele desde seu lançamento lá atrás e ele sempre estava entre meus desejados, mas agora não lembro por qual motivo ainda não comprei hahahaa Adorei a resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oiii!

    Eu não li esse livro aind mas conhecia o enredo e já estava afim de ler justamente por toda a carga emocional que a obra tem. Gostei de saber sua opinião sobre o livro e sim, quero ler mais agora!
    A capa está linda também, né?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá.

    Eu já conhecia esse livro, mas nunca tinha lido uma resenha da obra. Não sabia que tinha esse misto de emoções e já fiquei doida pra ler. Fico feliz que vc tenha gostado da obra e espero gostar também. Eu espero que o livro não mecha muito com minhas emoções rsrsrrsrs

    Beijos,
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
  11. Oiee
    Não me recordo se já tinha visto algo sobre esse livro, mas a sua resenha me fez ficar completamente encantada. Gostei demais!
    Tem muita gente q foge de histórias dramáticas, eu já gosto muito e qdo tem um lado reflexivo então, adoro!
    Fiquei um pouco angustiada de saber sobre a dificuldade da protagonista e foi complicado me imaginar no lugar dela... Enfim, acho q vou gostar bastante da leitura.
    Dica anotada
    bjo

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!