F

03 janeiro 2017

O que li em dezembro (2016)









A nona vida de Louis Drax - Aqui conhecemos Louis Drax, um menino de nove anos que passou sua vida sofrendo acidentes que colocaram em risco sua vida. Jensen criou uma inteligente história, apesar de não ter me envolvido completamente no início do livro. As reflexões, principalmente de Louis, no início, são completamente confusas, mas a medida que as páginas avançam tudo vai se encaixando, e muitas coisas começam a fazer sentido. Em certo momento da narrativa é fácil desconfiar do desfecho, e minhas suspeitas se confirmaram. Em suma, gostei muito da leitura, apesar de ter visto alguns comentários negativos.






O deputado - Sinceramente, essa foi minha decepção do ano. O que acabou não me agradando no livro foi o fato de tudo acontecer fácil demais e de maneira superficial. O fato da atração entre o casal ser imediata e eles desenrolarem um romance é algo obviamente esperado, mas o relacionamento que se desenrolou acabou não me convencendo. O envolvimento foi muito veloz, meloso e os personagens mal podiam respirar um minuto sem sexo. Infelizmente devo dizer que não curti o livro e isso me deixou muito triste por vários motivos: por adorar o gênero e ter criado expectativas, por ter escutado tantos elogios sobre a autora e por ele ser nacional.






Nem tudo será esquecido - Que leitura incrível! Fiquei emocionalmente abalada logo após iniciar a leitura. A autora já nos lança na primeira página o horror que foi o estupro de Jenny. A narrativa é feita em primeira pessoa por alguém próximo e que conhece muito bem o psicológico da família - o psiquiatra, Alan. O livro me surpreendeu de uma maneira que não estava esperando e foi um dos melhores thrillers que já tive o prazer de ler. Amei a narrativa, a criação dos personagens, a maneira com que tudo se conecta e o desfecho inesperado.






O acordo - Esse livro entrou para a lista de melhores do ano, simplesmente por ser tão maravilhoso. Ao ler a sinopse desse livro podemos imaginar que trata-se de mais uma história previsível. E de fato é. Mas é como sempre digo: todo romance previsível pode nos surpreender quando é bem desenvolvido e nos deixar com um sorriso no rosto. Elle Kennedy não criou um casal bobo, superficial e cheio de mimimi. Ainda é possível ler um bom romance erótico. Quem ainda não leu não sabe o que está perdendo. 







Como se fosse magia - Esse livro foi meu primeiro contato com a escrita da autora e adorei. Os personagens são encantadores. Gostei muito de como a autora criou Eva, uma escritora muito apaixonada pelo que faz, e até senti que tem muito da própria Briones nesse livro. O que mais gostei no livro foi a criatividade. Que autora nunca escreveu um romance cujo mocinho era tudo o que ela sonhou para si própria? Adorei esse universo criado pela autora, onde a realidade e ficção se misturam na vida de Eva. É um chick-lit reflexivo, romântico e levemente divertido. A obra passa algumas mensagens importantes. Não foi a melhor leitura que fiz na vida, mas amei essa história mágica e recomendo para quem busca um livro leve e inspirador.






Natal, Férias e outras histórias - É um livro de Ana Cardoso (mamãe rock), e com as participações especiais de seu marido Marcos Piangers (papai pop), sua filha Anita e o papai noel. O livro é repleto de contos, onde Ana nos conta suas histórias de Natal e de outras pessoas. Além disso, mais ao final, nos conta histórias sobre férias, um período tão desejado. Como já li outro livro da autora, estava bem familiarizada com sua escrita descontraída e mais uma vez me diverti. Gosto muito dessa família e adorei acompanhar um pouquinho sobre suas histórias.







3 comentários:

  1. Oi Leticia!
    Ótimas leituras =)
    Quero ler O Acordo esse ano!
    Beijos :*

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  2. Ótimas leituras, amei <33
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Não li nada do que leu, mas parecem ser bem bons. Eu li acho que cinco livros em dezembro e, pra mim, isso foi um milagre.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!