F

07 dezembro 2016

Resenha | O Deputado

Título: O Deputado
Autora: Fernanda Terra
Editora: Ler Editorial
Gênero: Romance erótico
Páginas: 328
Ano: 2014
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Artur Sebastian Scott, um político bilionário que, por conta do poder, tornou-se uma pessoa esnobe, dura e arrogante. Linda Marilyn Stevens, uma jornalista formada em direito político. Carinhosa, carismática e amorosa, porém não menos determinada. Quando seus destinos se cruzarem, Artur se sentirá perdido em meio à dureza de seu coração e ao comprometimento com sua profissão, mas usará todas as armas ao seu alcance para conquistá-la. O Deputado é o primeiro livro de uma trilogia. Um conto de fadas moderno, no qual a princesa sonhadora adentra, pela porta da frente, o castelo que sempre idealizou. Mas, e depois, o que acontece? Será que a idealização pode ir por água abaixo ao se deparar com a vida real? O príncipe não é assim tão perfeito, tem inúmeros defeitos como qualquer ser humano. Mas suas qualidades podem sobressair. (Não recomendado para menores de 18)


O Deputado, publicado pela Ler Editorial é o primeiro livro da trilogia Entre o amor e o poder. Aqui conhecemos Linda Marilyn, uma jornalista formada em direito político, e uma das melhores do famoso jornal New York Times. Desde pequena ela sempre foi fascinada pela família Scott, que está há anos no governo dos EUA. Mas, em seus sonhos estava principalmente Artur Sebastian Scott, o Deputado. Quando finalmente seus caminhos se cruzam, a atração é recíproca e ela viverá um sonho ao seu lado. Porém, terá que conviver em meio a muitas fofocas e até terá que tomar decisões em nome do amor.

Os capítulos são alternados entre Linda e Artur, nos permitindo entender os sentimentos mais íntimos de cada um. A escrita da autora é fluída, de fácil entendimento e rapidamente finalizamos a leitura. É triste, mas apesar disso não me envolvi com a trama e nem com os personagens como estava esperando. 

"Uma mulher pode modificar um homem, mesmo se tratando de Artur Scott". (p. 154)


O que acabou não me agradando no livro foi o fato de tudo acontecer fácil demais e de maneira superficial. O fato da atração entre o casal ser imediata e eles desenrolarem um romance é algo obviamente esperado, mas o relacionamento que se desenrolou acabou não me convencendo. O envolvimento foi muito veloz, meloso e os personagens mal podiam respirar um minuto sem sexo. Outra coisa que não me convenceu foi o fato da autora exaltar tanto as qualidades dos personagens, especialmente da família Scott, como políticos extremamente honestos e profissionais. E isso transcorreu durante toda a obra. Faltou verossimilhança na história e um romance que me fizesse suspirar, e não apresentado tão exageradamente.

Infelizmente devo dizer que não curti o livro e isso me deixou muito triste por vários motivos: por adorar o gênero e ter criado expectativas, por ter escutado tantos elogios sobre a autora e por ele ser nacional. Eu sempre gosto de recomendar obras nacionais aqui no blog e incentivar novos autores, mas devo ser inteiramente sincera: não rolou! Estou com a trilogia completa em casa, e torcendo para curtir um pouco mais o segundo livro e ver o amadurecimento desses personagens. 

Claro que gostei da premissa previsível, onde temos uma mocinha determinada, bem sucedida e um mocinho galã, apaixonado e rude. Sempre defendi obras previsíveis e recheadas de clichê, quando bem desenvolvidas, porque acredito que toda boa história vale a pena. Mas ver Artur tratar tão mal seus empregados e impor tanto sua vontade sobre Linda, e pior, ver ela fazer bico, mas aceitar todo o seu cuidado exagerado, definitivamente não me agradou - mesmo que a intenção da autora tenha sido mostrar o amadurecimento do mocinho. Ao meu ver ele continuou autoritário e prepotente.

A diagramação está confortável: as letras são grandes, a revisão está boa apesar de encontrar alguns erros. A capa foi o que mais me agradou (da trilogia toda), e combinou perfeitamente com a obra. 

Em linhas gerais, O Deputado é um livro extremamente erótico (e como!) e romântico. Tem uma narrativa fluída e pode ser lido em um dia. Apesar de minha avaliação negativa, eu espero de verdade que o segundo volume me agrade e mostre o amadurecimento dos personagens. Li inúmeros elogios sobre a obra, então é claro que você pode gostar. 

Compare e Compre: Buscapé 




3 comentários:

  1. Oiii Leticia, como vai menina?
    Por mais que sua resenha tenha ficado incrível mesmo, e as fotos arrasadoras, realmente não despertou meu interesse, por isso irei pular a dica.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lê.
    Confesso que quando li a sinopse desse livro já fiquei um tiquinho desanimada... Depois de ler a sua resenha, desanimei de vez! rs... Eu até curto livros hot, mas prefiro os mais leves, sem ser "extremamente erótico", sabe?! E também não curto esses romances que acontecem rápido demais! Não me convencem! Então, como esse foi o ponto negativo que você apontou, prefiro deixar passar!!
    Adorei a resenha!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Oiee Letícia ^^
    Você não é a primeira pessoa a destacar que os acontecimentos desse livro são superficiais e rápidos demais, e com muito sexo entre os protagonistas. E é por isso que eu não quero lê-lo *-* não gosto do gênero, e gosto menos ainda quando os personagens batem o olho no outro e paft, já se apaixonam e saem copulando por aí kkk'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!