F

23 dezembro 2015

Resenha - A Odisseia de Tibor Lobato - O oitavo vilarejo

Título: A Odisseia de Tibor Lobato - O oitavo vilarejo
Autor: Gustavo Rosseb
Editora: Jangada
Páginas: 224
Gênero: Ficção Juvenil
Ano: 2015
Skoob

(parceria com a editora)

Sinopse: Depois de perder os pais num terrível incêndio no acampamento cigano onde moravam e passar dois anos num orfanato, Tibor Lobato e sua irmã Sátir são encontrados pela avó e vão morar no seu sítio. Ali fazem amizade com Rurique, um garoto conhecedor das lendas e histórias de assombração do lugar.  Durante a quaresma, coisas muito estranhas começam a acontecer na região e seres fantásticos do folclore - como a Mula Sem Cabeça, o Boitatá e a Cuca -, ganham vida e começam a assombrar os habitantes dos Sete Vilarejos. Os três começam a correr perigo quando descobrem segredos que ligam a família dos irmãos a esses seres fantásticos e a um lendário Oitavo Vilarejo. A partir daí inicia-se uma odisseia cheia de magia, que levará os três amigos a reconhecerem e valorizarem virtudes como lealdade, coragem, esperança e amizade.


A odisseia de Tibor Lobato é uma ficção juvenil publicada pela Editora Jangada, que merece a atenção de qualquer público independente da idade. A sinopse já nos promete uma história cheia de aventuras envolvendo os personagens e muito folclore brasileiro. Tenho que dizer que me surpreendi com a leitura e ela foi mais do que eu estava esperando. 

Quando os irmãos Tibor e Sátir finalmente saem do orfanato e encontram a avó que nunca conheceram, a vida deles muda completamente. O sítio da avó Gailde era um verdadeiro paraíso para viver e aos poucos eles foram se afeiçoando com a senhora, que parecia guardar inúmeros segredos. Juntos eles conhecem Rurique, e os três descobrirão muitos desses segredos e viverão muitas aventuras no período de quaresma, onde coisas estranhas e fantásticas acontecem nos Sete Vilarejos. Porém, para os irmãos o perigo pode ainda ser maior, já que há segredos que ligam sua família ao Oitavo Vilarejo. 

"Podia ouvir os barulhos da mata ao redor. Os cricris dos grilos compunham a música selvagem que agora tocava em sua cabeça. Aos poucos, a melodia sincronizada dos insetos com os pingos da chuva engolfaram Tibor num sono profundo, antes mesmo de chegar a um possível refrão." (p. 18)

Com uma narrativa em terceira pessoa a escrita do autor flui muito rápido e quando me dei conta, terminei a leitura. Em se tratando de uma obra juvenil, temos uma linguagem leve e viciante. Gustavo tem uma forma gostosa de escrever que faz o leitor imaginar perfeitamente todos os personagens e cenários. O livro não possui muitas páginas, mas as aventuras vividas pelos personagens foram inúmeras, sendo este o ponto alto do livro.

Devo elogiar a construção dos personagens que foram muito bem desenvolvidos. A avó Gailde me conquistou desde o início, pois ela é encantadora. Tibor, Sátir e Rubique foram bem explorados quanto a personalidade e atitudes. Adorei conhecer cada um deles. A cada página virada eu me envolvia ainda mais nem suas vidas e foi possível devorar  o livro em apenas um dia. 

Amei a criatividade do autor em misturar tantas aventuras dos personagens com o folclore brasileiro. A trama ainda tem um clima de suspense que tornou a leitura ainda mais viciante. A cada capítulo era incrível como os acontecimentos se encaixavam perfeitamente no outro. Gustavo conseguiu prender minha atenção com a criação de cenários assustadores, personagens intrigantes e inúmeros seres fantásticos. 

Quanto à diagramação não fica atrás. A capa é linda e combina perfeitamente com o enredo, sem contar que chama muita atenção. As folhas são amareladas com fonte e espaçamento em tamanho confortável. A revisão parece estar impecável pois se continha algum erro, não notei.


"- Todos responderam que sim, pois queriam mesmo conhecer o vilarejo onde Curupira travara sua batalha com a bruxa desaparecida. - Só se lembrem bem de uma coisa. Enquanto estiverem por lá, não ousem procurar pelo Oitavo Vilarejo!" (p. 143)

Apesar de ser uma ficção juvenil, que não tenho muito o hábito de ler atualmente, eu amei realizar a leitura da obra. Além de estarem presentes no livro muito folclore e magia, o autor ainda conseguiu inserir valores como amizade e lealdade, assim como a importância de ter coragem para enfrentar os nossos medos. Amei o livro, que além de leve é divertido e, até me deixou com uma sensação de quero mais. Fiquei com aquela sensação de saudade quando virei a última página. Sem dúvidas, mais uma obra nacional que merece destaque. 



A nova edição está com nova capa em 2016 (a que aparece no início desse post) :)

13 comentários:

  1. olá ^^
    Já havia lido uma resenha desse livro antes e tinha achado a premissa muito interessante, mas acabei não indo atras, então obrigado por me lembrar e já estou anotando na lista (imensa por sinal) quero fazer algo em agosto e preciso de livros que usem as nossas lendas.
    Acho que esse livro deve ser muito interessante, ainda mais com um protagonista chamado Lobato, com esse nome e as aventuras acontecendo em um sítio, já sabemos de onde vem a inspiração e de como as aventuras desses meninos vai cruzar com muitos seres que são só nossos.
    Espero gostar muito do livros ^^

    Feliz Natal

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas já estou pensando em comprar para o meu sobrinho, pois acho que ele vai adorar, já que o livro tem uma dose boa de suspense. Além disso, acho que as crianças devem ler obras que ensinem um pouco mais sobre o folclore brasileiro, que é muito rico. E o melhor de tudo é que, quando dou livros de presente a ele, posso lê-los também. Eu adoro livros infantis e juvenis, acho que eles estão cada vez melhores, e cada vez mais agradam, não só aos pequenos, mas aos adultos também. Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  3. Amiga eu comprei esse livro.
    Eu provavelmente irei ler ano que vem, porque por agora estou encerrando o ano com
    algumas leituras que estou fazendo. 3 LIVROS é demais pra minha cabeça, imagina se eu pegasse mais um? hahahahaha...Mas mesmo assim espero poder ler e gostar bastante, porque adoro literatura juvenil e acho que irei amar a leitura. Eu vou ver se pego ele em janeiro ou fevereiro muito provavelmente, porque quero fazer uma mistura de gêneros e também quero ler mais ebooks para poder me acostumar.

    Enfim....No demais eu tenho que confessar amei sua resenha
    Ficou muito bem desenvolvida como sempre e sinceramente? Saudades de vc no blog hahahaha

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/turma-da-monica-historia-de-natal.html

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Já conhecia esse livro, mas ainda não havia lido nenhuma resenha sobre ele. O livro me parece bastante interessante, como é uma leitura mais juvenil, não leria no momento. Prefiro deixá-lo para um momento em que estiver um pouco saturada de determinadas leituras, pois creio que assim aproveitarei melhor a estória como um todo. Inclusive, tenho que dizer que achei essa capa muito bonita e divertida.

    Beijos,
    Andy!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lê, primeiramente Feliz Natal atrasado!! :)
    Nossa que livro com temática legal de misturar fantasia com folclore brasileiro, olha sinceramente com a riqueza que temos nesse país às vezes eu não sei como os autores não aproveitam, mas que bom que além do autor desse livro abordar e misturar ele conseguiu um ótimo efeito e ainda agregou grandes valores, com certeza se tiver oportunidade vou ler com maior prazer.
    Grande beijo e um ótimo final de semana.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Não gosto muito de livros juvenis, então esse livro não me chamou muito a atenção, por mais que você tenha falado bem da história. Também não sou muito fã de livros com fantasia e magia em geral, então acho que a história não me agradaria muito :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros infato-juvenis e essa aventura parece mesmo ser uma boa pedida para todas as idades.
    Só não sou muito fã de fantasia, mas confesso que essa odisséia chamou minha atenção.
    Vou indicar para meu sobrinho.
    òtima resenha e ótima dica.

    Beijos
    Rizia - www.livroterapias.com

    ResponderExcluir
  8. Oie,
    Ás vezes eu gosto muito desse estilo literário e já considerei muito fazer a leitura deste livro e espero fazê-la ano que vem e gostar é claro. Parabéns pela resenha e de fato fiquei bem curiosa.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Adoro livros infanto-juvenis, porque a leitura é mais rápida e serve bem quando estamos de ressaca literária. Eu gostei da sua resenha e gostei da premissa do livro, espero que eu possa lê-lo breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Leticia, sua linda, tudo bem
    Adoro histórias de aventuras regradas de muito mistério. Já me vi no meio dessa turma tentando desvendar todo esse perigo. Tenho certeza de que irei me encantar com a avó Gailde. E se você sentiu saudades ao terminar, é porque o autor conseguiu passar o sentimento de família. Gostei muito da sua resenha, não vejo a hora de ler o livro.
    Que você tenha tido um feliz natal com muito amor, paz e saúde!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie Letícia!!!
    Não estou muito na vaibe para ler livros juvenis, mas tenho sim uma certa curiosidade nesse em especial. Quem sabe daqui um tempo não me animo ;) Adorei sua resenha!
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá!!!
    Achei a premissa do livro muito interessante e bem enquadrado para a idade. Uma boa dica de presente e até mesmo de leitura para abrir os horizontes e conhecer novos caminhos. Sua resenha está clara e sensível, parabéns.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  13. Ola :)
    Adoro essas mágicas histórias infanto-juvenil, me fazem pensar muitos nos filmes que eu via durante a infância. Adorei a premissa e amei saber que a narrativa é boa. Sua resenha me deixou bem curiosa acerca da história.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!